Notícias do estado.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Prefeitura de Várzea Grande divulga nota de esclarecimento referente ao paciente José Carlos de Carvalho

Por mtenoticia
A Secretaria de Comunicação Social de Várzea Grande, em relação ao S, 30 anos, internado desde o dia 23 de novembro, a partir das 14:09:21, informa que:
O mesmo se encontrava assistido e internado em leito de UTI - Unidade de Terapia Intensiva, após chegar ao Hospital e Pronto Socorro, trazido por ambulância e com histórico de perda de controle do veículo com queda dentro de lagoa
Com avaliação inicial de equipe de cirurgia geral e posteriormente de neurologia, o referido paciente foi transferido, um dia após ter dado entrada na unidade médica para a UTI, com hipóteses diagnosticas de dissecção de aorta, acidente vascular isquêmico, isquemia de membro superior, com exames laboratoriais demonstrando rabdomiólise, prontamente avaliado pela nefrologia, sendo necessária colocação de cateter duplo lúmen em subclávia esquerda e iniciado terapia dialítica de urgência
O paciente foi avaliado no próprio dia 24 pela cirurgia vascular que identificou quadro de hemiplegia à esquerda, isquemia em membro superior direito, ausência de pulso em membro superior direito, ausência de pulso carotídeo à direita, com instabilidade hemodinâmica, em uso de droga vasoativa em altas doses (noradrenalina)
Avaliado pela equipe cardiológica no dia 24 de novembro com solicitação de exames complementares ;
No dia 25 de novembro o paciente foi submetido a tomografia de tórax, crânio e coluna cervical
No dia 25 avaliado pela equipe de neurocirurgia com exames apresentando pupilas midriáticas e fixas, sem reflexos de tronco cefálico, e imagens tomográficas com sinais de isquemia em hemisfério cerebral direito, com apagamento de cisternas da base e ventrículos, sinais de herniação transtentorial e sinais de isquemia de tronco.
Com suspeita clínica de morte encefálica, com prognóstico reservado e sem indicação cirúrgica.
Às 17:09 o paciente em questão veio a óbito.

 ;  ; A Secretaria de Comunicação Social de Várzea Grande informa que, todo e qualquer paciente que procura as unidades de Saúde do município de Várzea Grande, recebe atenção, sem qualquer tipo de custos, sendo que no caso em tela, os atendimentos prestados foram dentro dos padrões exigidos pelo SUS e com profissionais entre os mais gabaritados.
Lamenta, no entanto, que o mesmo, apesar de todo o atendimento prestado, veio a falecer em decorrência do grave quadro clínico acima descrito pelos profissionais que o atenderam.
Share:

Sorriso: Departamento de trânsito deixará de prestar atendimento aos finais de semana a partir do dia 1º de Dezembro.

Por sorrisonews
Quem precisar de atendimento a algum serviço relacionado ao departamento deverá ligar para a PM no 190.



Nossa equipe de reportagem recebeu uma informação que os agentes de Transito de Sorriso não iram prestar atendimento aos finais de semana a partir do próximo dia 1º de Dezembro. 

Vale ressaltar que nesse ano até o mês de outubro foram atendidos aproximadamente 200 atendimentos de ocorrências apenas nos sábados e domingos, fora o auxílio a Caminhadas, passeatas, Ciclismo e outros eventos. 

A justificativa é a falta de verba que houve com a queda de arrecadação, foi informado que a prefeitura não iria arrecadar R$ 250 milhões, nesse ano sendo que no site da Prefeitura Municipal fala que até o final do ano a arrecadação seria de R$ 314 milhões. 

Um ponto a ressaltar é que departamento de Transito estão a 4 anos trabalhando todos os dias da semana, incluindo sábados, dominados e feriados. 

Quem precisar de atendimento a algum serviço relacionado ao departamento deverá ligar para a PM no 190.
Share:

Barra do Bugres recebe 1º Encontro Estadual de Empreendedorismo Universitário da Unemat

Por jornalocomunitario


A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) realizou de 8 a 11 de novembro a 1ª edição do Encontro Estadual de Empreendedorismo Universitário (EWeek), em Barra do Bugres. O evento reuniu 250 participantes de Barra do Bugres, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Cuiabá, Nova Mutum, Nova Olímpia, Porto Estrela, São José dos Quatro Marcos, Sinop e Tangará da Serra.
O E-Week apresentou 18 desafios reais de indústrias de todo o país e de segmentos distintos como agroindústria, arquitetura e engenharia, inclusão social, tecnologias, entre outros. A coordenadora geral do evento e idealizadora do projeto, professora Jussara de Araújo, destaca que o apoio dos parceiros foi fundamental para o EWeek. “Através do Senai, pudemos aplicar na prática os conceitos de empreendedorismo aos desafios propostos pelas demandas das indústrias, exercitando o perfil empreendedor dos universitários para que criassem o hábito de desenvolver esse raciocínio durante sua carreira profissional”. O 1º EWeek ofereceu troféus para os dois primeiros lugares, além de uma premiação em dinheiro no valor de R$ 1 mil para o grupo que conquistou a primeira colocação e kits de brindes dos patrocinadores para o segundo.
As oficinas, palestras e mentorias foram dirigidos por profissionais de diversos lugares do país, como Ana Carla Albuquerque da Cunha Marinho, do Porto Social, de Recife, Pernambuco; Ana da Hora, do Makerspace Olabi, do Rio de Janeiro; Diogo Tedesco, do Google de São Paulo; Gabriela Ichimura, da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan); Nilton Netto, da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg); e Saulo Rocha, do Instituto Jovem Empreendedor, de Cuiabá; além de palestras sobre o Startup Weekend, por Carolina Vaez, da Start Tech Cuiabá, e ‘Bitcoin: A moeda do futuro?’, pelo professor Allan Karly Luizi, da Unemat.
O Encontro contou com a parceria de várias instituições, como o Serviço Nacional de Indústria (Senai), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Universidade de Cuiabá (Unic), além do aporte financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).
Os participantes formaram 17 grupos: Alcateia, Alpha Tech, Anarcoin, Chacal, Desempedidos SA, Desinformados, F5, Girls Boss, Integração, Love Beer, Muba, Os Weeks, Petrus, Rocha, Wenri Company, Winks e Winners.
Após receberem o treinamento das oficinas, os alunos fizeram apresentações para a banca examinadora de soluções propostas, que foi composta por empresários da região e profissionais da área do empreendedorismo. A banca foi formada pelo professor Allan Karly Luizi; Dante Petroni, da Usina Barrálcool; Gabriela Ichimura, da Firjan; Layla Teixeira, do Senai de Cuiabá; Rafael Galiassi Cotrim, das Academias Fênix; e Renan Arruda Santos, da J. Castro Construtora e Incorporadora.
O vencedor do Desafio EWeek foi o grupo Chacal, levando para casa o prêmio. A equipe é composta pelos alunos Ana Paula Vieira da Silva, Bianca Isabelle Rosa dos Santos, Eduardo Gabriel Lopes Freitas, Francielle Furtado dos Santos, Jonathan Queiroz Moreira, Kesley Magalhães e Natália Hortencia da Unemat de Barra do Bugres, e Thales Adriano Vaz da Rocha, do IFMT de Campo Novo do Parecis.
Com uma diferença de apenas 10 pontos para o primeiro colocado, o grupo Winners conquistou o segundo lugar. A equipe foi formada pelos alunos Erica Mariana da Silva, Isamara do Valle Andrade, Kauany Deodato, Klinsmann Morais, Raniely Ribeiro e Raul Gonçalves, da Unemat de Barra do Bugres, e Agnes Emanuelly Souza Oliveira, da Unemat de Cáceres.
A terceira colocação ficou com o grupo Desinformados, composto por Ananda Amaro, Beatriz Regina Fernandes, Ellen Marques, Gabriela Hirata, Matheus Araújo e Nathália Hevelin Daniel da Costa, da Unemat de Barra do Bugres, e Diego Gomes, do IFMT de Campo Novo do Parecis.
A professora Jussara de Araújo complementa que a resposta superou as expectativas da organização e que já estão motivados para 2018 e que, como o evento é de cunho estadual, a ideia é que a cada ano ele seja realizado numa cidade diferente “O sucesso do evento este ano já criou expectativa para a próxima edição, tanto nos mentores, quanto nos participantes. A comissão irá decidir no final deste ano onde será a edição 2018”.
Share:

PM frustra plano de roubo de aeronave do tráfico e prende quatro em Tangará da Serra

Por mtenoticia

Policiais do 19° Batalhão de Polícia Militar de Tangará da Serra (7º Comando Regional), prenderam no início da noite deste sábado (26.11) cinco homens e frustraram um plano de roubo da aeronave apreendida recentemente na região com quase 500 quilos de droga.
O primeiro a ser preso foi Raul Mateus Silva França, de 20 anos, na área central da cidade. Uma guarnição suspeitou da presença dele e decidiu abordá-lo. Hospedado em um hotel, ele contou que é de Várzea Grande e confessou que estaria na cidade para praticar o roubo da aeronave. Por meio dele os policiais chegaram ao segundo homem, Thauã Vinícius de Moura, também de 20 anos.
Os dois levaram os policiais até outro hotel onde estavam Bruno Alencar Wachekoswski, 21, Josias Carlos Gomes Godói, 18, e Marcelo Garcia da Silva, 40. No quarto onde estava ;a primeira dupla presa foram apreendidos uma pistola PT100 e porções de droga. No quarto dos outros três havia vários objetos como chave micha, GPS e celulares.
De acordo com a PM, o plano do roubo estava registrado nos celulares, nos diálogos de WhatsApp entre os membros da quadrilha. Mas eles também relataram que Raul e Thauã seriam responsáveis pela execução do crime, rendendo o segurança do aeroporto e amarrando-o. Ambos possuem passagens por roubo, tráfico de drogas, porte de arma de fogo e furto.
Já Bruno seria responsável por pilotar o avião, ele não possui passagens criminais, porém disse que participou do roubo do avião de uma emissora de TV em Mato Grosso. E que por esse novo “serviço” receberia R$ 30 mil.
O suspeito Raul também seria responsável por ligar o avião usando a chave micha. Ele possui passagens por roubo. Josias seria o líder da quadrilha, responsável pelo contato direto com o boliviano que teria encomendado o roubo do avião apreendido. Josias receberia R$ 200 mil e dividiria com os demais. Com exceção do piloto, todos possuem passagens por receptação e tráfico de Drogas.
Os cinco e todo o material apreendido foram entregues na Delegacia da Polícia Judiciária de Tangará da Serra para demais medidas legais. Thauã apresentava lesão na cabeça por queda ao tentar fugir no momento da abordagem. Já Josias ;tentou resistir à prisão e precisou ser contido com uso de força moderada, sofrendo um lesão no olho direito. Cerca de 10 policiais trabalharam nessa ação.
Share:

Não vou ser candidato à Presidência do Brasil em 2018, diz Luciano Huck

Por mtenoticia

Luciano Huck empresário e apresentador
Como Ulisses em "A Odisseia", nos últimos meses estive amarrado ao mastro, tentando escapar da sedução das sereias, cantando a pulmões plenos e por todos os lados, inclusive dentro de mim.
A tripulação, com seus ouvidos devidamente tapados com cera, esforçando-se em não deixar que eu me deixasse levar pelos sons dos chamados quase irresistíveis. São meus amores incondicionais. Meus pais, minha mulher, meus filhos, meus familiares e os amigos próximos que me querem bem.
Eles são unânimes: é fundamental o movimento de sair da proteção e do conforto das selfies no Instagram para somar forças na necessária renovação política brasileira. Mas daí a postular a candidatura a presidente da República há uma distância maior que os oceanos da jornada de Ulisses.
Há algum tempo me vejo diante desta pergunta: qual foi exatamente a trajetória, o fato e até mesmo o momento em que meu nome foi lançado entre os possíveis candidatos à Presidência do Brasil?
Eu mesmo demorei um pouco para encontrar a resposta. Mas depois de alguma reflexão, ela veio e me pareceu muito clara: minha exposição pública e, espero, meu jeito, minhas características, minha personalidade e a forma como vejo o mundo. As mesmas forças que me movem desde sempre me levaram a esse lugar.
Explicando em outras palavras, entre as centenas de defeitos que carrego, talvez eu tenha uma única virtude: carrego desde sempre, genuinamente, enorme paixão e curiosidade pelo outro.
Gosto muito de gente. Sempre gostei. De todo tipo, origem, tamanho, cor, posição na pirâmide. É só olhar para o que faço profissionalmente há mais de duas décadas. Não paro de procurar pelo diferente. E não falo de um olhar distante, acadêmico, teórico. Falo de andanças intermináveis por todos os quadrantes do Brasil e por vários do mundo atrás daquilo que não conheço. Ando há anos e anos por lugares ricos, paupérrimos, super ou subdesenvolvidos, em guerra, centros moderníssimos de saber, cantos absolutamente esquecidos pelo desenvolvimento. Sempre atrás da mesma coisa: gente boa.
E a sensação de "intimidade" que meus mais de 20 anos de televisão provocam nas pessoas possibilita conversas instantaneamente francas e verdadeiras.
Esse dia a dia me permitiu construir uma visão muito própria e ampla dos recortes, curvas e reentrâncias do país. Sinto na pele o pulso das ruas.
E foi essa permanente "bateção de perna", sempre " in loco", que me tirou definitivamente da zona de conforto e me fez ver: O Brasil está sofrendo demais —especialmente os mais pobres, mas não apenas eles— para ficarmos passivos e reféns deste sistema político velho e corrupto. O que está aí jamais será empático, perceberá e muito menos traduzirá as reais necessidades da gente. Da nossa gente.
Vendo meu nome apontado, é muito importante frisar sempre, sem ter levantado a mão ou me oferecido para concorrer ao cargo mais importante na governança do país, minha reação natural foi tentar entender melhor do que se tratava. Gosto de aprender, de saber o que não sei e penso que cultivo um bom hábito desde muito cedo: tentar descobrir e encontrar quem sabe.
De forma intuitiva e quase caseira, fui procurando referências em pessoas que se dedicam de forma mais intensa a entender o Brasil o sofrimento, as dificuldades e, principalmente, as soluções.
Acho também que sou meio obsessivo por fazer as coisas direito. Por isso, saí buscando e principalmente ouvindo dezenas de pessoas que admiro, que considero inteligentes, sensíveis, maduras e capacitadas, para que elas compartilhassem comigo suas visões. Foram meses que produziram em mim uma pequena revolução, um aprendizado enorme.
Tantas ideias, tanta gente interessada, brilhante e altamente capacitada, disposta a colocar energia a favor de uma transformação definitiva: De um país à deriva em uma nação de verdade, que possa de uma vez por todas refletir a qualidade indiscutível do seu povo.
Aqui é importante pontuar uma constatação que logo apontou no meu radar e que há tempos ecoa nele de maneira incômoda. Minha geração está trabalhando e inovando com vigor em muitas frentes. Há milhares de notáveis empreendedores, profissionais liberais, atletas, executivos, artistas, intelectuais, pensadores e por aí vai. Mas pela política, ela tem feito pouco.
Tenho dito sempre algo que me parece muito evidente, quase óbvio, mas assim mesmo um alerta necessário: se não nos aproximarmos de fato da política, se seguirmos negando esse universo e refratários ao seu ambiente, ele definitivamente não se reinventará por um passe de mágica.
Dito isso, sigo acreditando que o melhor caminho passa obrigatoriamente pelos movimentos cívicos, pela abertura de espaço na mídia para novas lideranças, por uma escuta dos anseios das pessoas, por reformas estruturais, muitas delas doloridas, por políticas públicas afetivas e efetivas, por políticas econômicas modernas e eficazes, pela educação levada a sério, pela saúde tratada com respeito, por tecnologia que alavanque as boas ideias e pela total transparência dos gastos públicos. Por menos politicagem e por mais e melhor representatividade. A lista é grande.
O momento de total frustração com a classe política e com as opções que se apresentam no panorama sucessório levou o meu nome a um lugar central na discussão sobre a cadeira mais importante na condução do país.
É claro que isso me trouxe a sensação boa de que uma parte razoável da população entende o que sou e faço como algo positivo. Evidente também que junto vieram uma pressão muito pesada e questionamentos de todos os tipos.
Já disse e escrevi antes, aqui neste mesmo espaço, mas tenho hoje uma convicção ainda mais vívida e forte de que serei muito mais útil e potente para ajudar meu país e o nosso povo a se mover para um lugar mais digno, ocupando outras posições no front nacional, não só fazendo aquilo que já faço mas ampliando meu raio de ação ainda mais.
Com a mesma certeza de que neste momento não vou pleitear espaço nesta eleição para a Presidência da República, quero registrar que vou continuar, modesta e firmemente, tentando contribuir de maneira ativa para melhorar o país. Vou bem além da voz amplificada enormemente pela televisão que amo fazer, do eco monumental das redes sociais que aprendi a tecer, do instituto que fundei há quase 15 anos e de todos os meios que o carinho das pessoas me proporcionou.
Vou também direcionar toda a energia de que disponho para outra coisa que acredito saber fazer: agregar.
Agregar as mentes sábias que fui encontrando em diferentes camadas da sociedade, dentro e fora do Brasil, pessoas extremamente capazes e dispostas de fato a conjugar o verbo servir no tempo e no sentido corretos. Vou trabalhar efetivamente para estruturar e me juntar a grupos que assumam a missão de ir fundo na elaboração de um pensamento e principalmente de um projeto de país para o Brasil.
E, para isso, não são necessários partidos, cargos, nem eleições.
Essa intenção já esta viva através dos movimentos cívicos dos quais me aproximei com bastante interesse e intensidade. E de outras iniciativas que estão por vir.
Quero registrar de novo que entre as percepções que confirmei nesses últimos meses está a convicção de que não há nada mais importante do que tomarmos consciência da importância da política e de que precisamos nos mover concretamente na direção da atuação incisiva, para que não sejamos mais vítimas passivas e manobráveis de gente desonesta, sem caráter, despreparada e incapaz de entender o conceito básico da interdependência ou de pensar no coletivo.
A hora é de trabalhar por soluções coletivas inteligentes e inovadoras para o país, e não de focar o próprio umbigo ou de alimentar polêmicas pueris e gritas sem sentido.
Quem se interessa pelo que sou e faço pode acreditar: vou atuar cada vez mais, sempre de acordo com minhas crenças, em especial com a fé enorme que tenho neste país.
Contem comigo. Mas não como candidato a presidente.
LUCIANO HUCK é apresentador de TV e empresário
Share:

Rosinha Garotinho e Adriana Ancelmo na mesma cela

Por caldeiraopolitico

Adriana Ancelmo e Rosinha Garotinho presas
Separadas na vida fora do cárcere por uma inimizade política que já dura uma década, a ex-governadora do Rio Rosinha Garotinho e a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo se encontraram na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, Zona Norte. Mais do que isso, imagens reveladas neste domingo pelo “Fantástico”, da TV Globo, mostram que elas foram obrigadas a dividir a mesma cela. As filmagens foram feitas pelo Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ), que vistoriou o presídio na sexta-feira.
Rosinha chegou a Benfica na quarta-feira, após ser presa em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Ela é acusada de fazer parte de uma organização criminosa que arrecadava recursos ilícitos para financiar campanhas eleitorais. Já Adriana, que estava em prisão domiciliar, voltou ao regime fechado na sexta-feira, por decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. 
Share:

De Barra do Garça, Servidores do sistema penitenciário apoiam campanha para ajudar criança com câncer

Por sindspenmt


Familiares e amigos de Hiago Luz dos Santos vão realizar no próximo dia 03 de dezembro uma galinha beneficente para arrecadar fundos para tratamento e medicamentos que vão ser utilizados pela criança. Conforme os familiares o tratamento tem um custo muito alto e a família não dispõe de recursos financeiros para custear todas as despesas do tratamento oncológico.

Hiago é sobrinho de servidoras do sistema penitenciário, Eliana Vieira Iracema Rodrigues Souza Pereira e Joelma Coelho Rodrigues feitoza, lotadas na cadeia pública de Barra do Garça-MT.

Diante do exposto, a Diretoria do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT), vem por meio deste, mais uma vez pedir ajuda para a categoria penitenciária, que com sua solidariedade possam adquirir o convite que está sendo vendido por apenas R$ 10,00.

“Além da ajuda financeira pedimos orações pela saúde da criança.Certo da solidariedade da categoria antecipamos o nosso agradecimento.É nesse momento que nossos corações palpitam com maior intensidade no sentido de fazer o bem, sem olhar a quem” disse o Presidente do Sindspen, João Batista.

Quer ajudar!

Segue a conta para depósito:

Banco do Brasil - Caixa econômica/ C. Poupança
Ag 1308 op 013 conta 80716-7
Honório filho Barbosa dos Santos


Assessoria de Imprensa Sindspen-MT
imprensasindspenmt@gmail.com
(65) 98462-9082
Facebook-Sindspen-MT
Share:

domingo, 26 de novembro de 2017

Briga generalizada, confusão e tentativa de homicídio em ocorrência no bairro São Lourenço

Por caceresnoticias

Os presentes se revoltaram com a situação e pegaram pedras, madeiras e começaram a danificar o veículo, temendo por sua vida o condutor evadiu do local

Veículo S10 depredado por populares.
Uma confusão generalizada levou três homens e duas adolescentes a Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Cáceres, os três são acusados de agredir uma adolescente de 13 anos, no bairro São Lourenço, em Cáceres (MT).
Segundo as informações contidas no Boletim de Ocorrência, a adolescente teria saindo em vias de fato com outras duas adolescentes, foi então que o suspeito M. C. R. S. (24 anos) que estava em camionete S10 nas proximidades do fato, e deu uma marcha ré e já desceu do veículo agredindo a vítima, assim com os outros dois que estavam em sua companhia, sendo E. F. M. (20 anos) e A. O. R (19 anos).
Segundo a vítima o pior ainda estava por vir, foi então que o suspeito M. C. R. S. (24 anos) voltou a pegar o veículo, enquanto algumas pessoas tentavam apaziguar a situação ele acelerou a camionete contra os presentes no local, vindo a atingir algumas pessoas presente, e só parou quando se chocou contra uma cerca de madeira.
Os presentes se revoltaram com a situação e pegaram pedras, madeiras e começaram a danificar o veículo, temendo por sua vida o condutor evadiu do local, correndo para se alojar em residência, de onde só saiu com a presença da polícia.
De acordo com o boletim de ocorrência o condutor do veículo não possuía CNH, e deverá responder pelas infrações, assim como pelo crime homicídio doloso.
Share:

A base de machado sobrinho tenta matar tios em Cáceres

Por caceresnoticias
Um jovem de 17 anos sob efeitos de entorpecentes tentou matar os tios, na noite de ontem (25), no bairro Cavalhada em Cáceres (MT).
De posse de um machado o jovem colocou os familiares para correr da residência onde moram, por duas vezes os tios foram surpreendidos pela agressividade do jovem.
Segundo o tio do jovem Gilberto Trebial da Silva (31 anos), o jovem teria quebrado uma porta a base de machado e estaria bastante nervoso, devido a sua irmã e tia do jovem ter chamado a polícia, a todo instante dizia aos familiares que iria matá-los.
O jovem bastante nervoso teria dado uma machadada no cachorro do seu tio, no intuito de intimidar aos familiares que tentavam tirar o machado de sua posse.
Foi acionado a Policia Militar que ao chegar encontrou R. T. S. (17 anos) ainda de posse do machado, o mesmo foi preso e conduzido ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC).
Share:

Pantanal recebe da Unesco certificado de Reserva da Biosfera

Por jbnews
Imagem relacionada
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) recebeu do Programa Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) o documento oficial que certifica o Pantanal como Reserva da Biosfera (RB). Esse título é reconhecido internacionalmente como instrumento de conservação que favorece a descoberta de soluções para problemas como o desmatamento das florestas, desertificação, poluição atmosférica, entre outros.
Conforme o coordenador de Conservação e Restauração de Ecossistemas da Sema, Marcos Antônio Ferreira, o certificado não se trata da criação de uma nova categoria ou uma unidade de conservação. "É um reconhecimento importante que inclui o do Pantanal na Rede Mundial de Reservas de Biosfera facilitando a cooperação e intercâmbios em nível regional e internacional", explica.
Os principais tipos de ecossistema e paisagens do mundo são representados nessa Rede, que é dedicada à conservação da biodiversidade, promoção da pesquisa e monitoramento.
Apesar do Pantanal ter sido designado, pela Unesco, como Reserva da Biosfera no ano de 2000, o certificado que oficializa o título só foi recebido no último dia 16 de novembro devido a criação do Comitê Executivo da Reserva da Biosfera do Pantanal, empossado no dia 18 de outubro. O certificado foi entregue durante a 2ª Reunião do Comitê realizada na sede da Sema, em Cuiabá.
Sobre o Comitê
A proposta do comitê é construir estratégias que contribuam para a execução das 80 ações do plano emergencial em defesa da manutenção do Pantanal, cujo objetivo principal é promover a conservação e desenvolvimento sustentável do território.
O comitê faz parte do Conselho da Reserva da Biosfera do Pantanal. Compõem o conselho os dois estados que tem o Pantanal como parte do território, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. E para organizar os trabalhos cada um criou um comitê executivo onde tem representantes de diversos setores. Assim facilita a construção das ações que atenderão as leis e peculiaridades de seus respectivos estados.
O comitê de MT é composto pelas secretarias de Estados de Meio Ambiente (Sema), de Desenvolvimento Econômico (Sedec), de Cultura (SEC), de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf), além do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio), da Fundação Nacional do Índio (Funai) e representantes de municípios inseridos nos limites da RB Pantanal em Mato Grosso, do setor econômico, sociedade civil e academia.
O plano de ação
O plano de ação emergencial em defesa da manutenção do Pantanal prevê atividades de curto, médio e longo prazo, como a elaboração de um mapa de uso e ocupação de solo, implantação de Unidades de Conservação (UC), monitoramento socioambiental e promoção de agendas de discussão com a Unesco. As ações começam este ano e seguem até 2025.
O documento foi aprovado pelo Governo Federal e apresentado em 2016 durante a 23ª Reunião do Comitê Internacional de Aconselhamento das Reservas da Biosfera (IACBR 2017), ocorrida em Paris.
Sobre a Reserva da Biosfera do Pantanal
O Pantanal foi designado, pela Unesco, como Reserva da Biosfera (RB), no ano de 2000. Entretanto, o IACBR fez sérias recomendações ao governo brasileiro sobre o nível de implementação da RB Pantanal, colocando em risco a permanência deste importante título internacional à maior área úmida continental do planeta.
O Governo Federal acionou os governos estaduais de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que em sinergia com a sociedade civil, estruturou o Conselho Executivo da Reserva da Biosfera do Pantanal. O conselho é composto pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Governos de MT e MS e a sociedade civil.
Share:

Slider

Prefeitura de Várzea Grande divulga nota de esclarecimento referente ao paciente José Carlos de Carvalho

Por mtenoticia A Secretaria de Comunicação Social de Várzea Grande, em relação ao S, 30 anos, internado desde o dia 23 de novembro, a p...

Archive